VÍDEO: em trote, calouros da UFPI consomem bebida alcoólica e ficam ajoelhados no chão

As “brincadeiras” aconteceram dentro do campus Petrônio Portella, em Teresina

22/07/2022 09:57h - Atualizado em 22/07/2022 10:33h

Compartilhar no

Os veteranos do curso de Administração, da Universidade Federal do Piauí (UFPI), realizaram nesta quinta-feira (21) o trote dos calouros que ingressaram este ano na instituição. Em vídeos publicados nas redes sociais da Associação Atlética Acadêmica de Administração da UFPI, é possível ver os estudantes consumindo bebida alcoólica e usando placas com palavras depreciativas enquanto tem rostos, braços, cabelos e roupas sujos por pó de café, trigo e tinta.

As “brincadeiras” aconteceram dentro do campus Petrônio Portella, em Teresina. Os novos alunos, orientados pelos veteranos, tinham que fazer polichinelo, dançar e ficar ajoelhados no chão sob o sol em frente ao Restaurante Universitário (RU), próximo à biblioteca central, local de grande circulação da comunidade acadêmica. No momento, diversos estudantes estavam na fila do RU e presenciaram a situação constrangedora.

Os calouros tiveram placas penduradas em seus pescoços com palavras como “trouxa”, “pobre”, “cachaceiro”, “nerd”, “filhinho de papai”, “patricinha”, “pegadora”, entre outros. Os alunos também tiveram que ingerir bebida alcoólica, dada pelos veteranos.

A equipe do PortalODIA.com entrou em contato com a assessoria de Comunicação da Universidade Federal do Piauí que informou não tolerar este tipo de ato e orienta que os cursos apoiem trotes que tenham cunho social.

Confira nota na íntegra

“Nota

A Universidade Federal do Piauí (UFPI) não apoia a realização de trotes que exponham alunos a situações vexatórias, desgaste físico, consumo de bebidas alcoólicas no interior dos campi, tampouco a reprodução de discursos desrespeitosos.

A Universidade orienta os cursos a realizarem recepções aos calouros voltadas à apresentação de espaços e rotinas do universo acadêmico, acolhimento e ações de benefício social como arrecadação de alimentos, doações de sangue e serviço voluntário.”

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário