Copa do Mundo: Governo vai encerrar expediente 1h mais cedo em dias de jogo do Brasil

Decreto foi assinado pela governadora Regina Sousa. Outros órgãos como o Poder Judiciário e a UFPI também alteraram seus funcionamentos. Veja como fica.

26/11/2022 16:41h

Compartilhar no

A governadora Regina Sousa (PT) baixou decreto governamental em que autoriza a liberação de servidores públicos dos órgãos direitos e indiretos do Executivo a serem liberados uma hora mais cedo de seu expediente nos dias de jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo. Com o decreto em validade, a medida já começa a valer na segunda-feira (28), quando o Brasil joga contra a seleção da Suíça.


Leia também: 

Copa do Mundo: Bancos terão expediente especial durante os jogos do Brasil no Mundial 

Copa do Mundo: Servidores da Prefeitura de Teresina serão liberados 1 hora antes dos jogos  


A transmissão do jogo começara às 13h pelo horário de Brasília. Por conta disso, o expediente nos órgãos e entidades da administração direta e indireta, autárquica e fundacional do Piauí será encerrado ao meio-dia.


Foto: Arquivo O Dia

O Governo do Piauí não foi o único que decretou redução de expediente em dias de jogo do Brasil na Copa. O Poder Judiciário também alterou seu funcionamento quando a Seleção entrar em campo: nos horários em que os jogos começarem às 13h, como acontece na segunda (28), o TJ erá expediente somente até as 11h. Nos dias de jogos às 16h, o órgão funcionará só até as 15h. 

A Universidade Federal do Piauí também alterou seu funcionamento em razão da Copa do Mundo. Quando o jogo for às 12h, não haverá expediente na UFPI. Quando o jogo começar às 13h, servidores e funcionários serão dispensados às 11h e nos dias em que correr jogo às 16h, o expediente se encerrará as 14h.

Após vencer a Sérvia por 2 x 0 na estreia na Copa do Mundo do Catar, o Brasil joga agora contra a Suíça na segunda-feira (28). O próximo jogo será na sexta (02) às 16h contra Camarões.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no