Guerra na Ucrânia: atleta piauiense deixa hotel e embarca para a fronteira com a Polônia

A atleta esperava desde a semana passada por uma definição da embaixada brasileira para sair da Ucrânia e retornar ao Brasil.

04/03/2022 11:08h

Compartilhar no

A jogadora piauiense Kedma Laryssa conseguiu deixar o hotel onde estava hospedada na cidade ucraniana de Kryvyi Rih e embarcar em um trem com destino a cidade de Lviv, na fronteira com a Polônia. A atleta esperava desde a semana passada por uma definição da embaixada brasileira para sair da Ucrânia e retornar ao Brasil.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Pelas redes sociais, a atleta informou que conseguiu embarcar no trem na companhia das brasileiras Lidiane Oliveira e Gabriela Zidoi, dos estados de São Paulo e Espírito Santo. As três jogadoras atuam no clube de futebol ucraninano Kryvbas Women

Nesta quinta-feira (03), as atletas tentaram sair de Kryvyi Rih, mas não conseguiram embarcar no trem. "Tentamos sair hoje, mas não conseguimos entrar no trem, são muitas pessoas tentando [sair]. Voltamos para o hotel e estamos bem", disse a jogadora Gabriela Zidoi.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Na segunda tentativa, já nesta sexta-feira, as jovens conseguiram embarcar para Lviv com mais quatro jogadoras que falam o idioma local. A cidade onde as atletas estavam hospedadas fica a cerca de 1 mil km da fronteira com a Polônia.

"Muitas pessoas tentando sair, crianças e mulheres, é desesperador. Pessoas que tem que largar tudo e tentar recomeçar em outro lugar, porque não sabem o dia de amanhã", disse a brasileira Lidiane Oliveira. A jogadora compartilhou ainda uma foto que mostra uma multidão na estação de Kryvyi Rih, aguardando um trem para deixar a cidade.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário