Dupla que explodiu posto de gasolina em Teresina é condenada a mais de 18 anos de prisão

Crime aconteceu em março de 2021 no bairro Satélite. Acusados tentaram abrir o cofre do estabelecimento, mas fugiram sem levar nada.

27/09/2022 07:41h - Atualizado em 27/09/2022 07:44h

Compartilhar no

Os réus por terem participado de uma tentativa de roubo que resultou na explosão de um posto de combustível em Teresina foram condenados a mais de 18 anos de prisão. Identificados como Renan Alves dos Santos e Bruno Wallace dos Santos Alves, eles participaram da tentativa de assalto a um posto de gasolina localizado no bairro Satélite na madrugada do dia 15 de março de 2021. Na ocasião, os criminosos tentaram abrir o cofre do estabelecimento usando explosivos, mas a estrutura de metal não cedeu. O impacto da explosão causou danos nas instalações do posto.


Leia também: Acusados de explodir posto de gasolina em assalto no bairro Satélite são presos 


De acordo com a denúncia oferecida pelo Ministério Público, Bruno Wallace e Renan estavam encapuzados e armados com fuzil, espingarda tipo 12 e pistola. Eles chegaram ao posto de combustível por volta de duas horas da madrugada, tentaram efetuar o roubo, mas como a ação foi frustrada, acabaram fugindo sem levar nada.

Conforme a decisão judicial, o posto de combustível sofreu um grande dano material no forro e na área do escritório, que ficou totalmente destruída. A área de conveniência e outras partes também ficaram danificadas. O impacto dos detonadores foi tão grande que um veículo que estava estacionado no posto sofreu danos materiais na parte traseira, dianteira e no teto.


Foto: Reprodução/Whatsapp

Na decisão, o juiz titular da 9ª Vara Criminal de Teresina condenou Renan Alves dos Santos a 10 anos de prisão 292 dias-multa; e condenou Bruno Wallace dos Santos Alves a oito anos e quatro meses de prisão além de 243 dias-multa. O magistrado decretou ainda a prisão preventiva dos sentenciados em razão da gravidade dos crimes praticados. As penas deverão ser cumpridas inicialmente em regime fechado.

Os réus responderão por roubo majorado com emprego de arma de fogo e de explosivo.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário