Facção invade hospital para matar empresário em Teresina

A invasão tinha como objetivo realizar a execução de Valdeci Lima da SIlva, vulgo Brizola, que encontrava-se internado no hospital desde o dia 02 de julho

12/08/2022 15:07h

Compartilhar no

Membros de uma facção criminosa invadiram um hospital no Centro de Teresina nesta sexta-feira (12), para matar o empresário Valdeci Lima da SIlva, vulgo Brizola, que encontrava-se internado desde o último dia 02 de julho, após ter sido baleado  durante a inauguração de um supermercado, no Jacinta Andrade, zona Norte de Teresina. Brizola já havia sido preso em 2020 pelo crime de roubo de carga.

(Foto: Divulgação)

Segundo informações de testemunhas, inicialmente dois criminosos se passaram por pacientes a fim de render o segurança. Logo após, outros quatro invadiram o hospital armados e encapuzados, rendendo funcionários e pacientes. 

“Tocaram o terror aqui. Eles estavam encapuzados e colocaram revólver na cara de todo mundo. Invadiram o centro cirúrgico e o leito que Brizola estava. Eles nem perguntaram onde era o quarto dele, pois já sabiam”, diz a testemunha.

Apesar do atentado, Brizola conseguiu fugir. Ele havia assinado um termo de responsabilidade e teve alta antes do ocorrido. 

O atentado será investigado pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco). 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário