Homem condenado por matar PM volta ao banco dos réus por assassinar o sogro

Henrique da Silva Araújo já cumpre pena de 28 anos de prisão por matar o sargento Tadeu Ferreira de Sousa.

10/06/2022 11:26h

Compartilhar no

O juiz da 2ª Vara do Tribunal Popular do Júri de Teresina, Antônio Reis de Jesus Nollêto, aceitou, nesta quarta-feira (16/6), a denúncia do Ministério Público do Piauí (MPPI) que torna réu Henrique Silva de Araújo, acusado de matar o próprio sogro a tiros. O crime ocorreu na Vila Moçambique, Zona Sudeste de Teresina, em agosto de 2020.

O crime teria ocorrido após uma discussão entre Henrique e a vítima, identificada como Francisco Joelson Ferreira Rabelo, de 36 anos. Segundo a denúncia, o acusado mantinha uma relação com a filha de Francisco Joelson, uma adolescente de 16 anos, e o pai não aceitava o relacionamento.

A audiência de instrução e julgamento pela morte de Francisco Joelson Ferreira Rabelo ficou marcada para o dia 28 de junho deste ano.

Segundo homicídio

Este é o segundo homicídio imputado a Henrique Silva de Araújo. Ele já cumpre pena de 28 anos de reclusão pelo assassinato do sargento da Polícia Militar, Tadeu Ferreira de Sousa. O julgamento ocorreu em abril deste ano.

Foto: Arquivo

No dia do crime, em maio de 2021, o sargento chegava em casa, no bairro São Pedro, zona Sul de Teresina, quando foi surpreendido por dois criminosos, um deles era Henrique. O militar vinha do trabalho e estava fardado. A vítima foi atingida por dois disparos e teve a sua arma roubada.

Outro homem, identificado como Renato Patrick também foi acusado de envolvimento na morte do sargento da PM, mas foi absolvido pela Justiça.


É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário