Motociclista morre ao tentar fugir de assaltantes no bairro Parque Piauí

José de Arimatéia Pereira voltava do trabalho com seu cunhado quando foi perseguido pelos suspeitos em outra moto. Ele perdeu o controle do veículo em uma curva.

05/08/2022 08:01h

Compartilhar no

A madrugada desta sexta-feira (05) foi marcada pela violência em Teresina. Além de um homem identificado apenas como Maurício ter sofrido uma tentativa de homicídio na Avenida Dom Severino, outra ocorrência chamou a atenção, desta vez na zona Sul. Um homem de 35 anos de nome José de Arimatéia Leandro Pereira da Silva morreu ao cair de moto enquanto tentava fugir de um assalto. O caso ocorreu no bairro Parque Piauí.

De acordo com o relatório de ocorrência do 6º BPM, a guarnição foi acionada por volta das 00h30min após ser acionada por populares informando que havia dois homens caídos e aparentemente feridos na Rua Comerciante Jader Oliveira. Ao chegarem ao local, os policiais se depararem com uma moto no meio da rua, uma pessoa machucada e outra já sem vida.


  1. Foto: Reprodução/RP50

Segundo a PM, José de Arimatéia pilotava a moto quando percebeu que estava sendo seguido por uma dupla em outra motocicleta. Ao acelerar, ele teria perdido o controle em uma curva e foi chão junto com o garupa, que era seu cunhado. Os dois estariam voltando do trabalho quando tudo aconteceu. 

José de Armatéia perdeu a vida na queda e seu cunhado ficou ferido e foi socorrido às pressas por uma ambulância do SAMU. Chamou a atenção da polícia a atitude dos suspeitos após o acidente: de acordo com o relatório da ocorrência, a dupla desceu do próprio veículo e roubou o celular e a carteira da vítima que já estava sem vida no chão. Eles fugiram em seguida e a PM ainda não tem informações sobre quem seriam nem sobre o paradeiro.

O corpo de José de Arimateia foi removido pelo IML e seu cunhado foi encaminhado para o HUT. A PM fez diligências na região à procura dos suspeitos, mas até o momento nenhuma prisão relacionada ao caso foi feita. O caso foi encaminhado para a Polícia Civil para ser investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário