Onda de assassinatos em Teresina é motivada pelo tráfico de drogas, diz PMPI

Os três recentes crimes contra comerciantes também envolvem organizações criminosas

07/07/2022 16:29h

Compartilhar no

Com seis assassinatos registrados em Teresina nos últimos quatro dias, a inteligência da Polícia Militar apontou nesta quinta-feira (07/07) que as mortes têm relação com o de tráfico de drogas, que avançou em diversas regiões da Capital. Para o coronel Jaques Galvão, da diretoria de inteligência, a dinâmica dos crimes indica envolvimento das vítimas com o crime. 

“O que podemos perceber pelo perfil das vítimas e pelos modus operandis que se deu os crimes, com características de execução, vemos que as vítimas são relacionadas ao tráfico e a venda de entorpecentes. Portando, estão ligadas a algum tipo de organização criminosa e que estamos percebendo que pode estar ocorrendo uma disputa por espaço de venda de drogas", disse. 

Foto: Jailson Soares / O Dia 

Jaques Galvão comentou ainda que os três recentes crimes contra comerciantes também envolvem organizações criminosas que disputam o tráfico. “Eles desenvolvem um comércio, mas quando você puxa a vida pregressa você vê que tem prisão recentes, alguns deles usavam tornozeleira por crimes. Não falamos nem em tempo passado, mas em tempo presente que tem envolvimento direto com o tráfico”, disse o coronel. 

Por outro lado, Galvão nega que pessoas inocentes estejam sendo afetadas pelos crimes, mas que os casos que possam vir a ocorrer serão exceção. A Polícia Militar afirma que já reforçou o policiamento nos locais mapeados como alvos de disputas pelas organizações criminosas. "Identificamos esses locais e intensificamos nossa presença, nossas viaturas, realizamos operações e trabalhando de forma integrada com as demais forças de segurança”, finalizou. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário