Polícia Federal faz reintegração de posse em apartamentos no Parque Brasil

Esta é a segunda ação em pouco mais de um mês que a PF é acionada para retirar famílias que ocuparam os imóveis de forma irregular.

04/05/2022 11:45h - Atualizado em 04/05/2022 11:49h

Compartilhar no

Equipes da Polícia Federal fizeram uma ação de reintegração de posse em apartamento do Residencial Parque Brasil na manhã desta quarta-feira (04). A PF deu cumprimento a mandados judiciais expedidos pela Justiça Federal do Piauí após recebimento de denúncias de que imóveis do Minha Casa Minha Vida estariam sendo ocupados por terceiros.


Leia também: Parque Brasil: famílias que ocuparam apartamentos são retiradas pela polícia 


De acordo com a PF, os imóveis foram depredados e apresentavam avarias no forro e em instalações sanitárias além de estarem sem portas e algumas janelas. 


Foto: 

Esta é a segunda vez em quase dois meses que a Polícia Federal é acionada para atuar na reintegração de posse de imóveis da Caixa Econômica Federal no residencial Parque Brasil. Essa reintegração vem ocorrendo desde agosto de 2021, quando os empreendimentos que fazem parte do Programa Lagoas do Norte foram ocupados irregularmente, o que atrasou a entrega aos respectivos proprietários.

Os titulares dos apartamentos são as famílias retiradas do Programa Lagoas do Norte e remanejadas pela Prefeitura de Teresina ainda na gestão do ex-prefeito Firmino Filho. O investimento da Caixa Econômica Federal na construção do empreendimento foi de cerca de R$ 80 milhões com contrapartida de mais de R$ 30 milhões da PMT.

Quando das primeiras ações de reintegração de posse, a Prefeitura havia determinado que as famílias que ocuparam irregularmente os imóveis fossem cadastradas em programas sociais para a possível inclusão em futuros programas habitacionais.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário