Polícia prende suspeito de ter assassinado empresário em pousada no litoral

Ele também é apontado como responsável por inúmeros assaltos a mão armada na região.

17/11/2022 09:11h

Compartilhar no

Um homem foi preso, nesta quarta-feira (16), suspeito de ter assassinado o empresário Francisco Helder, de 54 anos, dentro de uma da Pousada Recanto dos Poetas, localizada no povoado Macapá, em Luís Correia, litoral do Piauí. A prisão foi efetuada pela Delegacia de Luís Correia com apoio da Força Tarefa de Parnaíba.

Foto: Reprodução

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP/PI), o suspeito estava escondido em um conjunto de apartamentos populares na cidade de Parnaíba. Ele também é apontado como responsável por inúmeros assaltos a mão armada nas praias do Coqueiro, Macapá, Bezerro Morto, Carnaubal, Mexeriqueira, Carapebas e Camuripim. 

O homem é integrante de uma facção criminosa e agia com muita agressividade contra suas vítimas. No último domingo, após o crime contra o empresário, ele abandonou uma motocicleta, uma balança de precisão, algumas pedras de crack e uma pequena quantia em dinheiro, após avistar uma barreira policial.

Foto: Divulgação

O suspeito estava sendo monitorado pelas forças policiais e não resistiu a prisão. Ele foi preso e conduzido à Central de Flagrantes de Parnaíba.

Relembre o caso

O empresário Francisco Helder, de 54 anos, foi executado com três tiros dentro da Pousada Recanto dos Poetas, localizada no povoado Macapá, em Luís Correia, litoral do Piauí. O crime ocorreu às 19h49 do sábado (12) em frente a clientes e funcionários. Imagens do circuito interno de segurança da pousada mostram o momento da execução.

Helder estava dentro de um barco ornamentado, onde funciona o bar, e preparava uma bebida para um cliente. O suspeito vestido com uma camisa rosa, short vermelho e encapuzado adentrou o local e efetuou três disparos à queima roupa contra o comerciante. O crime apresenta característica de execução devido ao modus operandi.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no