PRF divulga pontos críticos nas rodovias durante a Semana Santa

No Estado, a expectativa é de que a distribuição do fluxo de veículos seja homogênea tanto para o Norte e Sul do Piauí

13/04/2022 08:31h - Atualizado em 13/04/2022 09:31h

Compartilhar no

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia, nesta quinta-feira (14), a Operação Semana Santa 2022 em todas rodovias federais do Brasil. A ação segue até o dia 17 de abril, Domingo de Páscoa. Devido ao final de semana prolongado, em decorrência do feriado que já inicia na sexta-feira (15), o fluxo de veículos nas rodovias federais tende a aumentar, e, consequentemente, o risco de acidentes.

A PRF divulgou os trechos que os motoristas devem redobrar a atenção, especialmente se a pista estiver molhada, e reforça que posicionará viaturas e radares em pontos de acúmulo de água devido ao risco de aquaplanagem.


Leia também: Semana Santa: Prefeitura de Teresina decreta ponto facultativo nesta quinta (14) 

Os trechos de maior atenção são:

- entre Valença e Picos: devido ao alto índice de veículos em alta velocidade e a falta de atenção nas proximidades da serra;

- BR-315, em Bom Jesus: devido ao alto índice de ingestão alcoólica por condutores, devido a presença de diversos balneários;

- BR- 316, na saída Sul de Teresina: devido ao alto índice de embriaguez tanto em motoristas quanto pedestres, o que aumenta o risco de atropelamento no perímetro urbano.

O foco das fiscalizações dos agentes devem ser no excesso de velocidade e no uso do cinto de segurança, em especial em veículos de passageiros,  já que acidentes envolvendo vans e ônibus geralmente deixam um maior número de vítimas e em estado mais grave

No ano passado, durante a Operação Semana Santa 2021, a PRF contabilizou 15 acidentes, quatro acidentes graves, 10 feridos e dois mortos. Nesse contexto, as rodovias federais com maior índice de acidentalidade foram as BR-316, BR-343 e BR-135. De acordo com os dados levantados em anos anteriores, o último dia do feriado geralmente registra os acidentes mais graves e com mais mortes, em especial no final da tarde e início da noite.

"Esperamos um aumento do fluxo de veículos esse ano devido ao relaxamento das medidas restritivas que estavam sendo impostas por causa da pandemia. Diferente dos outros feriados, na semana santa o maior fluxo é para o sul do estado. Já o litoral continua sendo o terceiro destino mais procurado na semana santa", destaca Wilson Cardoso, superintendente executivo da PRF.

No Piauí, a expectativa é que o feriado tenha uma distribuição homogênea do fluxo de veículos se dirigindo tanto para Norte quanto para o Sul do Estado e, a sua maioria, partindo da Capital, Teresina.

Policiais distribuídos em cinco Delegacias e 10 Unidades Operacionais da PRF reforçam a fiscalização nas rodovias federais que atravessam o estado, principalmente nos locais e horários onde os índices de criminalidade e acidentalidade têm mais incidência.

O planejamento da operação iniciou há 20 dias e as ações educativas vêm sendo reforçadas antes mesmo do feriado, em especial nas rodoviárias.

Orientações para quem vai pegar a estrada

Antes de viajar, o proprietário do veículo deve verificar as condições do carro. A manutenção deve estar em dia, em especial em relação aos itens de segurança, como sistema de freios, pneus e sistemas de iluminação e sinalização.

O condutor deve respeitar a capacidade máxima de passageiros permitida pelo fabricante. Todos os ocupantes devem usar o cinto de segurança e, em caso de crianças, o sistema de retenção equivalente (cadeirinhas, assentos de elevação etc) devidamente preso ao banco do veículo.

Os motoristas devem respeitar a sinalização, a velocidade máxima estabelecida para a via e, em relação às ultrapassagens, realizar a manobra somente em locais permitidos e quando houver tempo e distância para concluir a manobra sem colocar o trânsito em risco.

Em caso de chuva, os faróis baixos devem permanecer acesos e a distância de segurança entre os veículos deve aumentar. Os condutores devem manter a velocidade baixa e não parar em acostamento (deve-se seguir em baixa velocidade até o ponto para parar em segurança). Além disso, deve-se evitar ultrapassagem, devido a baixa visibilidade. 

Em caso de acidente nas rodovias federais: se não houver feridos, você pode fazer a ocorrência pela internet. Retire os veículos da pista imediatamente.

No caso de emergência em rodovias federais, ligue 191.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário