Quase 18% da diferença entre Lula e Bolsonaro no primeiro turno veio do Piauí

Dos 6, 1 milhões de votos de diferença entre Lula e Bolsonaro em todo o Brasil, 1,1 milhão veio do Piauí.

03/10/2022 11:35h

Compartilhar no

O Piauí foi o estado do Brasil que deu maior votação proporcional ao candidato do PT à presidência, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no primeiro turno das Eleições Gerais 2022. Com 74,25% dos votos, Lula conseguiu obter 1,5 milhão de votos no estado, contra 406 mil votos do atual presidente Jair Bolsonaro (PL).

A diferença entre os dois candidatos consolida o estado como uma importante base eleitoral do PT na disputa pela presidência, já que, dos 6, 1 milhões de votos de diferença entre Lula e Bolsonaro em todo o Brasil, 1,1 milhão veio do Piauí, o que representa 17,9%.

Lula durante visita ao Piauí em agosto de 2022. (Foto: Jailson Soares/O Dia)

O número impressiona, pois, apesar de o Piauí representar apenas 1,6% do eleitorado de todo o país, em uma disputa acirrada, como a que vemos nestas eleições, 1 milhão de votos representam um apoio importante para vencer a disputa.

São também do Piauí, quatro das cinco cidades que mais apoiaram Lula neste domingo (02), são elas: Guaribas (92,14%), Fartura do Piauí (91,44%), Campinas do Piauí (90,92%) e Capitão Gervásio Oliveira (90,58%).

No cenário nacional, com 99,99% das urnas apuradas, Lula conta com 57 milhões de votos válidos, o que corresponde a 48,43%, enquanto Bolsonaro, tem 51 milhões de votos, ou seja, 43,20%.

O resultado do primeiro turno das eleições de 2022 repete o desempenho do PT no Piauí das últimas duas eleições presidenciais. Em 2018, o Piauí também deu a maior votação proporcional a Fernando Haddad (PT), candidato do PT que substituiu Lula na disputa pela presidência. O petista registrou 77% dos votos válidos, enquanto Jair Bolsonaro obteve 22% dos votos válidos. Em 2014, Dilma Rousseff venceu no Piauí com larga maioria, com mais de 78% dos votos.

A nível estadual, o Partido dos Trabalhadores conseguiu eleger os petistas Rafael Fonteles como governador no primeiro turno e Wellington Dias como senador. Além de 12 deputados estaduais e quatro deputados federais.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário