Após uma semana desaparecidos, familiares de pastor e fiel protestam em frente à delegacia

Os dois teriam saído do bairro Pedra Mole, zona Leste, em direção ao bairro Aeroporto, zona Norte de Teresina, para vender um carro

17/01/2022 11:49h

Compartilhar no

Após uma semana do desaparecimento do pastor Carlos Alberto Oliveira e Silva Junior, familiares e amigos realizaram uma manifestação em frente ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na manhã desta segunda-feira (17). Eles cobram respostas da polícia, já que até o momento não há informações do paradeiro do religioso e do fiel, identificado apenas como Raí, desaparecidos desde a última terça-feira (11)Os dois teriam saído do bairro Pedra Mole, zona Leste, em direção ao bairro Aeroporto, zona Norte de Teresina, para vender um carro, e, desde então, não foram mais vistos. 

“Nós estamos sem resposta. A família, a esposa e o próprio filho que procura pelo pai. A polícia chega para a gente e não dá uma notícia verdadeira. A mãe dele tem problemas e ela pode até ter um infarto. A polícia não se interessa em nos dar uma resposta, então foi o jeito vir aqui fazer essa manifestação”, conta o primo do pastor, Lailson Carvalho Oliveira.

A família do pastor Carlos irá realizar uma nova manifestação na quarta-feira (19), às 18h30, no bairro Pedra Mole, zona Leste da Capital.

Contatos

Ainda de acordo com o familiar, mesmo com a divulgação de um número para informações, até o momento ninguém entrou em contato. Os familiares pedem que, quem souber se algo que ajude a encontrar os dois homens que entrem em contato pelos telefone (86) 99579-1879, (86) 99963- 9595 ou (86) 99544-7030, ou através do número 181.

Relembre o caso

Carlos Alberto Oliveira e Silva Junior é pastor da Igreja pentecostal IDE HBB, localizada no bairro Pedra Mole, zona Leste. Ele teria saído em companhia de um fiel, identificado como Raí, para vender um carro no bairro Aeroporto, zona Norte de Teresina. 

O fiel Raí chegou a fazer uma publicação em sua rede social às 22h14, onde relatava que os dois seguiam em direção ao bairro Aeroporto. Desde então, os celulares estão sem sinal.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário