Galeria da zona Leste só será concluída em agosto de 2024; engenheiro faz alerta

De acordo com a prefeitura somente em agosto de 2024 a obra será concluída.

07/02/2022 11:37h

Compartilhar no

“Quando estiver chovendo não atravesse esse cruzamento”, o alerta é do engenheiro da Saad Leste, José Alberto. O profissional esteve na manhã desta segunda (07) no cruzamento entre a Avenida Homero Castelo Branco e a Rua Eustáquio Portela, o local foi palco de mais uma tragédia na última sexta  quando o veículo conduzido pela professora, Wana Sara Cavalcante Henrique, foi  arrastado pela forte enxurrada que atingiu o local. José Alberto esteve nesta manhã acompanhando os trabalhos da galeria e revelou que somente em agosto de 2024 a obra será concluída completa será concluída. A primeira fase até a avenida Homero Castelo Branco deve ser finalizada em no máximo 15 dias.  

O Engenheiro explicou os prazos para a conclusão da obra e revelou que problemas com o lençol freático dificultam o prosseguimento dos trabalhos. “A previsão é de que em 30 meses, dois anos e meio, a gente conclua a obra. O terreno é muito ruim, o lençol freático está com um metro e meio de altura, temos que fazer poço tubular para rebaixar e tirar essa água e poder trabalhar. A gente não está falando em etapas, a gente vai saindo daqui e aquilo que conseguirmos fazer ao longo do tempo vamos concluindo. Eu acredito que a partir de maio a gente avance bem”, relatou.

FOTO: Assis Fernandes/ODIA

O servidor explica o que foi feito pela prefeitura para minimizar os efeitos da cratera que se abriu no local.  “Na Homero houve um desmoronamento de terra e enchemos esse trecho de pedra, no sábado colocamos oito caminhões de concreto para encher isso tudo. Temos 65 metros cúbicos de concreto já enterrado aqui. De qualquer maneira se essas águas vierem aqui elas não vão mais arrebentar isso aqui, vão estar muito mais seguro, aqui acho que não vai dar problema mais. Vamos coletar parte dessas águas, são 48 metros por segundo que cai dentro dessa galeria, ela não vai absorver tudo, aos poucos elas vão sendo coletado até pegarmos todas essas águas do Morada do Sol, Jóquei e bairros da zona leste”, concluiu o especialista.

Cuidado com as chuvas

José Alberto lamentou o acidente ocorrido na última sexta e fez um alerta para que a população evite transitar no local em caso de chuva.  “A Homero foi bloqueada para a gente poder justamente trabalhar em cima disso aqui e deixar isso aqui pronto. Quando estiver chovendo, enquanto a gente não avançar, vale o conselho, quando estiver chovendo não atravesse esse cruzamento, talvez esse daqui e um que tem lá no satélite, na rua Bela, sejam os mais perigosos. Não tinha previsão de acontecer esse acidente, a chuva de sexta marcou 108 milímetros em dez anos não me lembro de uma chuva assim” finalizou o engenheiro.

FOTO: Assis Fernandes/ODIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no