No bairro São Pedro, buracos dificultam moradores a entrarem nas próprias casas

A equipe do Portalodia.com esteve no local e constatou que a via está intrafegável devido aos inúmeros buracos.

19/08/2022 09:45h

Compartilhar no

Nos últimos seis meses, moradores da rua Murilo Braga, no bairro São Pedro, zona Sul de Teresina, têm enfrentado transtornos para conseguir entrar ou sair de casa todos os dias. Na manhã desta quarta-feira (17), a equipe do Portalodia.com esteve no local e constatou que a via está intrafegável devido aos inúmeros buracos.


Leia também: Santa Maria da Codipi: buracos na Avenida Poti causam acidentes e transtornos a moradores 


A empresária Fernanda Castelo Branco mora na Rua Murilo Braga há 15 anos. Um dos buracos está localizado na porta da residência da empresária, que já abriu 11 protocolos de reclamação junto a Águas de Teresina, concessionária responsável pelo abastecimento de água da Capital. Após a denúncia ao Portalodia.com, a empresa esteve no local para fazer o reparo do buraco.

Foto: Assis Fernandes/O Dia

“Esses dias eu tive que comprar seixo pra colocar na minha porta, pra poder entrar em casa todos os dias. A gente entra em contato com a Água de Teresina e eles dizem que o atendimento já foi encerrado porque uma equipe já veio para corrigir o vazamento, só que eles não vieram. Eu sempre observo a movimentação pelas câmeras de segurança e nenhuma equipe esteve aqui corrigindo, tanto que o vazamento continua”, afirma a empresária.

A moradora relata ainda que muitos motoristas já foram assaltados na rua, já que devido às más condições da via, os condutores precisam trafegar em baixa velocidade, fazendo com que sejam alvos fáceis de assaltantes. Outra reclamação é que, no mesmo trecho, há duas bocas de lobo abertas, sem qualquer proteção, o que gera um risco tanto para motoristas quanto para pedestres.

Foto: Assis Fernandes/O Dia

“Se é um idoso ou alguém mais desatento que passa por ali, pode cair naquele buraco. Inclusive, já houve um caso de uma pessoa que caiu e quebrou a perna. A situação é ainda mais crítica durante a chuva, porque quando chove a água inunda a rua, então não tem como ver aquele buraco. Se você não conhecer a rua, pode ter um acidente grave”, destaca.

Foto: Assis Fernandes/O Dia

O empresário Carlos Muniz mora na rua Murilo Braga desde o início dos anos 2000 e confirma a situação de abandono da rua. Segundo ele, os moradores estão precisando pagar do próprio bolso para aparar o mato e recolher o lixo da rua, já que os serviços de capina e limpeza deixaram de ser feitos nos últimos dois anos.

“Quem manda limpar somos nós, porque enche de mato e, por causa do mato, a água não passa. No esgoto da minha casa, por exemplo, a água retorna para dentro do terreno, porque não tem saída de água. Infelizmente, em Teresina todas as águas servidas são jogadas na rua. Estou cansado de reclamar, eles matam a gente pelo cansaço. A última vez que passou alguém aqui para limpar foi na época em que o Firmino era prefeito”, relata.

Foto: Assis Fernandes/O Dia

Em contato com o Portalodia.com, a Água de Teresina informou que direcionou equipes ao local e executou reparo de um vazamento de ramal, bem como a recomposição do local. Segundo a empresa, os demais problemas existentes na via, não são de responsabilidade da concessionária. "A empresa reforça a importância dos usuários informar problemas de água e esgoto por meio dos canais oficiais. Gratuitamente, a população dispõe de atendimento 24 horas pelo 0800 223 2000", diz a nota.

A Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD Sul) também foi procurada pelo Portalodia.com, mas não retornou o contato. O ODIA reitera que o espaço continua aberto para quaisquer esclarecimentos sobre o caso.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário