Quase 800 famílias já estão desabrigadas por causa da chuva em Teresina

Já são 748 famílias retiradas de suas casas porque vivem em áreas consideradas de risco e transferidas para abrigos ou residências familiares.

20/03/2022 13:41h - Atualizado em 20/03/2022 14:00h

Compartilhar no

O número de famílias desabrigadas por causa da chuva em Teresina já chega a quase 800. De acordo com o último boletim divulgado pela Gerência Municipal de Defesa Civil, já são 748 famílias retiradas de suas casas porque vivem em áreas de risco ou zonas que já foram atingidas por enchentes. 

Destas, cinco estão na Escola Municipal Minha Casa, no bairro Poti Velho; 18 estão na Escola Municipal Nova Brasília, no bairro de mesmo nome; 13 estão no bairro Mafrense alocadas na Escola Municipal Domingos Afonso; seis estão no Centro de Convivência do Parque Wall Ferraz; cinco estão no Centro Comunitário dos Oleiros no Poti Velho; 12 estão na Fundação Nossa Senhora da Paz, nos Três Andares e 689 estão em residências familiares.


Foto: Assis Fernandes/O Dia

Vale lembrar que a Defesa Municipal está monitorando as áreas consideradas de risco em Teresina como regiões próximas a encostas, comunidades ribeirinhas e construções próximas a galerias. Inspiram maior cuidado do poder público regiões como a Curva São Paulo, que possui um problema histórico com a cheia do Rio Poti invadindo casas e quiosques; e a vila Beira Rio, que já teve casas tomadas pela água do rio nas chuvas nas semanas anteriores.

O gerente de operação da Defesa Civil de Teresina, Marcos Rolf, explica que tudo parte de um trabalho de conscientização dos moradores das áreas de risco. "Claro que eles não querem sair de suas casas, é onde vivem há anos, mas é questão de prevenção. Se não for seguro, nós damos todo o apoio para que essas pessoas sejam acolhidas nas casas de familiares ou nos abrigos coletivos nas escolas e centro comunitários. Com isso, evitamos maiores perdas e eventuais tragédias", diz.

E Teresina deve ter mais chuva pelos próximos dias. Isso, porque o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) emitiu novo alerta para precipitações intensas para as Regiões Norte e Centro-Norte Piauiense  com risco de cortes de energia elétrica, queda de árvores e alagamentos. Vale lembrar que no Norte do Estado, os níveis dos rios Longá e Marathaoan inspiram cuidados e alerta por parte das autoridade competentes por conta da cheia que têm registrado nos últimos dias.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário