Teresina: 138 ônibus estão circulando durante a greve dos motoristas e cobradores

Segundo a Strans, a recomendação é que os 140 veículos circulem nos horários com mais usuários e 60 em outros horários.

01/11/2021 09:29h - Atualizado em 01/11/2021 09:35h

Compartilhar no

A greve dos motoristas e cobradores completa quatro dias nesta segunda-feira (01/11), até o momento sem negociação entre a classe dos trabalhadores e patronal. Para garantir que a população consiga se deslocar neste período de greve, a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (Strans) emitiu ordem de serviço que prevê uma frota de 140 ônibus.

Segundo o órgão, na manhã desta segunda constatou-se que 138 ônibus estão rodando na Capital. A recomendação é que os 140 veículos circulem nos horários de maior circulação de usuários e 60 em outros horários.

(Foto: Assis Fernandes/ODIA)

De acordo com a decisão judicial proferida pelo desembargador Marco Aurélio Lustosa Caminha, do Tribunal Regional do Trabalho do Piauí (TRT), 70% da frota deve circular nos horários de pico durante a greve. Nos demais horários, a recomendação é que circule 30% da frota. É considerado horário de pico aquele compreendido no intervalo entre 6h e 9h da manhã, de segunda a sexta, e das 17h às 20h. Aos sábados, o horário foi considerado aquele de 6h às 9h e das 12h às 15h.

A decisão é referente a uma ação movida pelo Setut e a Strans destacou que segue fiscalizando para que seja cumprida a ordem judicial. O órgão municipal também acrescentou que resolveu manter em circulação os 250 veículos  cadastrados a fim de suprir a necessidade dos usuários.

O órgão determinou que os consórcios devem colocar em circulação os ônibus que possuem equipamento GPS para melhor controle da frota. O uso do GPS também diz respeito a funcionalidade do aplicativo SIUMobile Teresina. O aplicativo, que está disponível gratuitamente nas plataformas, informa em tempo real a localização dos ônibus, itinerário e tempo de espera.

A Strans informa também que todas as medidas administrativas e judiciais estão sendo adotadas. A Procuradoria Geral do Município tem recebido relatório diário sobre os descumprimentos das ordens de serviço para as providências cabíveis.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário