Whindersson Nunes: 10 mil ingressos são vendidos em menos de 24h para show em Teresina

A apresentação faz parte da sua turnê de despedida dos palcos, que será realizada em Teresina no dia 18 de junho deste ano, às 19 horas, no Estádio Albertão.

11/05/2022 11:38h - Atualizado em 11/05/2022 11:52h

Compartilhar no

Nesta quarta-feira (11), o humorista piauiense Whindersson Nunes usou suas redes sociais para anunciar que, em menos de 24 horas, foram vendidos 10 mil ingressos para seu show “Isso não é um culto”. A apresentação faz parte da sua turnê de despedida dos palcos, que será realizada em Teresina no dia 18 de junho deste ano, às 19 horas, no Estádio Albertão.

(Foto: Reprodução/rede social)

Dos 11 mil lugares disponibilizados, restam apenas mil ingressos para a apresentação, que já se encontra no terceiro lote. As vendas estão sendo feitas através de um link divulgado na rede social do próprio Whindersson, e começou às 18 horas de ontem. Os ingressos também podem ser adquiridos presencialmente no bar da Rambeer, localizado na Avenida Nossa Senhora de Fátima, zona Leste de Teresina.

Os ingressos ofertados eram para arquibancada central, cadeiras superiores e cadeiras premium, sendo que, desde ontem, não há mais ingressos para este lugar.

Turnê e pausa na carreira

Ainda em dezembro do ano passado, o comediante e youtuber piauiense Whindersson Nunes anunciou que fará uma pausa na carreira após quase 10 anos. O anúncio veio após um show no Rio de Janeiro e na publicação em suas redes sociais ele disse que percebeu que “dessa vida não se leva nada, nem fama, nem glória, muito menos tudo que comprar e ganhar com isso”.

Em sua autobiografia intitulada Vivendo como um guerreiro, Whindersson falou sobre diversos momentos de sua vida e mencionou o uso abusivo de substâncias químicas em meio aos problemas como fim de seu relacionamento com a cantora Luísa Sonza e a perda do filho João Miguel, fruto da união com Maria Lina. Whindersson também revelou que há algum tempo vem lutando contra a depressão.

Sobre a turnê de despedida Isso não é um culto, o humorista disse que o nome foi escolhido porque a maioria das pessoas que o assistem estão buscando uma palavra que dê um rumo a seguir. “Eu não sou pastor nem psicólogo, nem acho que sei mais que ninguém, mas cada pessoa que olha nos meus olhos e diz ‘acho que você salvou minha vida’ eu tenho mais certeza que eu não faço nada nem mereço agradecimento nenhum porque sou só um instrumento nas mãos do criador”, disse Whindersson.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário