Caso Vanessa Carvalho: justiça marca para agosto o julgamento de Pablo Campos

Ele sentará no banco dor réus para ser julgado pelo Tribunal Popular do Júri por tentativa de homicídio qualificado e por homicídio qualificado quase 3 anos após o crime.

19/07/2022 08:32h - Atualizado em 19/07/2022 08:40h

Compartilhar no

Quase três anos após o crime, Pablo Henrique Campos Santos sentará no banco dos réus para ser julgado pelos crimes de feminicídio e tentativa de feminicídio praticados contra a jovem Vanessa Carvalho e sua então na namorada, Anucha Kelly. O fato aconteceu no dia 29 de setembro de 2019 na zona Leste de Teresina. Na ocasião, Pablo atropelou e matou Vanessa, e deixou Anucha gravemente ferida


Leia também: Caso Vanessa: defesa de Pablo Santos entra com o 3º pedido de liberdade no STJ 


Pablo Henrique será julgado pelos crimes de tentativa de homicídio com qualificadora de feminicídio, motivo torpe e sem dar chance de defesa à vítima, e também por homicídio qualificado praticado contra Vanessa. O julgamento acontecerá no dia 30 de agosto no Tribunal Popular do Júri, conforme portaria assinada pela juíza Maria Zilnar Coutinho. A magistrada presidirá o júri.

Na ocasião, serão ouvidas testemunhas de defesa e de acusação, a vítima, Anucha, e Pablo Henrique. O tribunal será formado ainda pelo Conselho de Sentença, composto por representantes da sociedade civil, que julgarão se as denúncias apresentadas contra o réu são procedentes ou não.


Pablo Henrique Campos Santos será julgado por feminicídio e tentativa de feminicídio - Foto: Divulgação/PMPI

Entenda o caso

Pablo Henrique Campos Santos é réu no processo pelo assassinato de Vanessa Carvalho e pela tentativa de assassinato de Anucha Kelly Leite, que era sua namorada à época do crime. Na noite do dia 29 de setembro de 2019, ele atropelou e matou Vanessa e feriu gravemente Anucha na saída de uma festa de casamento em um buffet no bairro Ininga. 


Leia também: STJ julgará novo pedido de liberdade do acusado de matar Vanessa Carvalho 


À época, testemunhas relataram à polícia que Pablo teria discutido com Anucha ainda durante a festa e que teria se irritado após ela decidir ir embora com Vanessa e não com ele, que apresentava sinais de embriaguez.

Ele, então, entrou no carro e acelerou em direção Vanessa e Anucha, que estavam na calçada do buffet. Vanessa morreu no local e Anucha foi socorrida em estado grave. Pablo foi preso em flagrante horas depois na própria casa. Desde então, ele se encontra detido na Cadeia Pública de Altos aguardando a conclusão do processo.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário