Orçamento 2023: Projeto chega a Dr. Pessoa e Jeová quer “boa conversa” para solução

Pressionado o líder de governo, Antônio José Lira (Republicanos), revelou que espera que tudo termine em paz

22/11/2022 11:33h - Atualizado em 22/11/2022 11:50h

Compartilhar no

O Projeto de Lei orçamentária 2023, aprovado na última quarta (16), já está nas mãos do Prefeito Dr. Pessoa . A informação foi confirmada na manhã desta terça (22) pelo presidente da Câmara, Jeová Alencar (Republicanos). O texto do projeto, prejudicial a Dr. Pessoa por retirar verba de pastas de aliados do prefeito, deve ser vetado pelo executivo e voltar para a Câmara que pode derrubar o veto de Dr. Pessoa.


Leia Mais: 

CÂMARA: prefeito precisa de mais quatro votos para impedir derrubada de vetos ao orçamento 
Em um mês Dr. Pessoa abriu mais de R$ 190 milhões em crédito suplementar 
Após mudanças no orçamento, secretário de Dr. Pessoa diz que 2023 “Será muito difícil” 
Câmara aprova orçamento 2023 e retira R$ 134 mi de filho, genro e secretários de Pessoa 


Como o Portal O Dia informou, Dr. Pessoa trabalha nos bastidores para tentar uma negociação com os parlamentares de olho  em uma iminente derrubada do veto no parlamento. Em três emendas os vereadores retiraram R$ 134 milhões das mãos de parentes e secretários da cota pessoal de Dr. Pessoa   , além de reduzirem o poder de remanejamento orçamentário do prefeito de 35% para 10%.

Jeová explicou que o prefeito terá 15 dias para tomar a sua decisão. “O projeto já foi votado aqui na casa, cabe agora ao Prefeito votar ou sancionar. Se vetar vem aqui pra casa para ser apreciado o veto. Ele tem quinze dias, se o prefeito silenciar a gente outorga, é um direto dele, ele sabe o que vai fazer. Fizemos o que achamos necessário”, afirmou.

FOTO: Assis Fernandes/ O DIA

Pressionado o líder de governo, Antônio José Lira (Republicanos), revelou que espera que tudo termine em paz. “O orçamento já chegou na Prefeitura e nós estamos aguardando. É uma decisão que tem que partir do executivo. O que é para se colocar bem claro é que não vai sair da casa nenhum tipo de embaraço com relação ao executivo e o legislativo. Tudo vai terminar em paz para o bem de Teresina”, afirmou o vereador.

Diálogo

Para Jeová Alencar o prefeito resolveria o impasse do orçamento com o diálogo junto a Prefeitura.  “Essa casa nunca se furtou do diálogo com o Prefeito e fazendo justiça ele sempre teve um bom diálogo com a Câmara. Os poderes são independentes, mas são harmônicos, acredito que com uma boa conversa a gente pode estar resolvendo”, finalizou o vereador. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário