Wilson Brandão defende oposição unida para ser "decisiva" na eleição da mesa da Assembleia

A disputa entre PT e MDB mobilizará o legislativo já no início da próxima legislatura em fevereiro

21/11/2022 08:52h - Atualizado em 21/11/2022 09:06h

Compartilhar no

Com oito deputados o bloco de oposição poderá ser decisivo na eleição para a mesa diretora da Assembleia Legislativa do Piauí. Diante do cenário o deputado estadual Wilson Brandão defendeu que os oito parlamentares do bloco votem unidos no certame. Além dos sete parlamentares do Progressistas o deputado eleito, Jeová Alencar (Republicanos), também integra o grupo.


Leia Mais: 
Fábio Novo rebate João Henrique e diz que “é justo” PT comandar a Assembleia 
João Henrique defende MDB na presidência da Assembleia e da Câmara Federal 
Severo Eulálio vê com dificuldade formação de chapa de consenso na Alepi
Themístocles defende que eleição para Alepi seja discutida só em dezembro 

Brandão destacou que a aliança não terá um nome específico, porém estará conciso. “A oposição não tem pretensão em lançar candidato a presidente, tem pretensão em fazer parte da mesa diretora dentro da proporcionalidade que o regimento coloca. Com relação a eleição vamos esperar aí o trabalho dos pré-candidatos para depois decidirmos coletivamente. A oposição votará totalmente unida”, afirmou.

A disputa entre PT e MDB mobilizará o legislativo já no início da próxima legislatura em fevereiro. O Partido dos trabalhadores tem 12 membros, já o MDB tem nove. Somado ao deputado Evaldo Gomes (Solidariedade) a base governista completa 22 nomes. Com oito deputados a oposição poderá eleger quem se aliar, caso vote de forma unida.

FOTO: Arquivo 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no