Corpo de Bombeiros registra incêndio na mata próximo à Casa de Custódia

Fogo não chegou a ameaçar casas e foi debelado cerca de uma hora depois que a guarnição chegou ao local. Bombeiros fazem alerta para o período mais quente do ano.

03/08/2022 07:46h - Atualizado em 03/08/2022 08:26h

Compartilhar no

O Corpo de Bombeiros foi chamado a atender uma ocorrência de fogo em vegetação na BR-316, próximo à Casa de Custódia, na zona Sul de Teresina. O fato se deu por volta das 21 horas após populares perceberem o fogo ganhando altura e se espalhando pela vegetação. Como se trata de uma área residencial, a guarnição encaminhou uma viatura em caráter de urgência. O fogo foi controlado e debelado por cerca de uma hora depois que as equipes chegaram ao local.


Leia também: Piauí teve aumento de 197% no número de queimadas de junho a julho 


Quem dá mais detalhes é o comandante de socorro plantonista do Corpo de Bombeiros, tenente Juarez. “O fogo se manteve na mata e não atingiu nem ameaçou nenhuma residência. Utilizamos de 2 mil a 3 mil litros de água para conseguir controlar as chamas e felizmente não houve danos materiais nem físicos a quem vive na região. Mas não podemos esquecer que a mata foi atingida. Não sabemos precisar quanto de vegetação foi destruído, mas de qualquer forma é um dano ambiental relevante para quem vive na região e na cidade”, relata o tenente.


Foto: Reprodução/Whatsapp

O representante do Corpo de Bombeiros lembra ainda que durante este período do ano é comum haver aumento no número de chamados para atender às ocorrências de fogo na mata. Os ventos fortes aliados às altas temperaturas colaboram para que uma queima controlada se torne algo maior e acabe causando danos mais significativos às pessoas e ao meio ambiente. O tenente Juarez pede que as pessoas que possuem terrenos e se utilizam da técnica da queima para limpá-los, que evite fazer isto nesta época ou que procure fazer em horários menos quentes do dia.

“A quentura e os ventos, tudo isso facilita a questão da combustão e boa parte das queimadas são intencionais. A gente recomenda que as pessoas evitem atear fogo e fazer essa limpeza de terreno achando que vai controlar as chamas. Nesse período do ano nossos chamados para conter fogo na mata dobram e a forma mais eficiente que temos de reduzir essa demanda e evitar mais riscos é não fazer essa queima deliberadamente”, ressalta do comandante de socorro dos Bombeiros.


Leia também: Queimadas no Piauí: número de focos aumentou 155% de abril para maio 


Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o Inpe, apontam que somente neste ano de 2022, o Piauí já registra 1.257 focos de incêndio em área de mata. Muito embora esse número tenha reduzido 29% em relação aos 1.767 focos registrados de janeiro a agosto do ano passado, o número é preocupante porque o Estado ainda não entrou oficialmente no chamado período do B-R-O-Bró, os meses mais quentes do ano. Estes números colocam o Piauí como o décimo estado brasileiro com a maior quantidade de focos de incêndio na mata.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário