Dr. Pessoa transfere dinheiro da iluminação pública para secretaria do filho

Com Pessoinha, a Eturb passou de uma empresa sucateada para status de uma “super secretaria”

10/08/2022 17:42h - Atualizado em 10/08/2022 17:54h

Compartilhar no

O prefeito Dr. Pessoa (Republicanos) reforçou mais uma vez o caixa da  Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano (Eturb), pasta comanda pelo filho, João Pessoinha. Dessa vez, o gestor transferiu para a secretaria a Coordenação de Iluminação Pública (CEIP) e, consequentemente, a taxa do Custeio da Iluminação Pública do Município (Cosip). Ao todo, Teresina recolhe mais de 5 milhões por ano com a Cosip. 


Leia tambémSem licitação, filho de Dr. Pessoa contrata advogado por R$ 420 mil para a Eturb 


A Coordenação de Iluminação era subordinada a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), que é chefiada por Edimilson Ferreira. Desde o ano passado, porém, a Eturb passou a cuidar da iluminação pública da capital. Mas somente nessa terça-feira (09/08) o remanejamento da coordenação foi aprovado pela Câmara de Teresina.

Foto: Divulgação

No projeto encaminhado ao Poder Legislativo, o Palácio da Cidade justificou a medida como uma necessidade de corrigir distorções e dar maior agilidade e eficiência nos serviços prestados à população teresinense. 

“Haverá apenas um remanejamento das atribuições, assim como da estrutura administrativa, relacionadas à "iluminação pública" da SEMDUH para a ETURB. Ademais, em razão dessa alteração, todos os contratos, convênios. bem como demais instrumentos relacionados à política de iluminação pública passarão a ser de competência da ETURB”, diz um trecho da lei aprovada. 

Super secretaria

Com Pessoinha, a Eturb passou de uma empresa sucateada para status de uma “super secretaria”. Dr. Pessoa começou a direcionar para a pasta do filho diversos serviços públicos, como o asfaltamento, regularização fundiária, bilhetagem eletrônica do transporte coletivo de Teresina. 

Além disso, a Eturb já foi contemplada em 2022 com a abertura de crédito especial de R$ 30 milhões, o que fez o orçamento dobrar em comparação com o ano passado. Com a abertura de crédito, a evolução do orçamento da pasta nos dois anos de gestão chega a 274%, saindo de R$35 milhões em 2020 para R$ 96 milhões em 2022.

O outro lado

A Prefeitura de Teresina foi procurada pela reportagem, mas até a publicação desta matéria não obteve retorno. O espaço segue aberto para manifestação da gestão. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário