Em Teresina, motoristas de ônibus decidem não paralisar após negociação com a Prefeitura

Apesar de a prefeitura ter realizado o repasse, quem faz o pagamento dos colaboradores é o Setut que, até o momento, não se posicionou sobre o assunto.

25/11/2022 16:25h

Compartilhar no

O Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário de Teresina (Sintetro) informou que, na manhã desta sexta-feira (25), a Prefeitura de Teresina fez o repasse dos recursos que serão usados para regularizar o pagamento do 13º salário dos trabalhadores do sistema de transporte coletivo da Capital. Com isso, motoristas e cobradores decidiram em assembleia não paralisar as atividades. O pagamento, segundo a categoria, deve cair na conta dos funcionários em até 48 horas.

(Foto: Assis Fernandes/ODIA)

"A prefeitura nos comunicou que já tinha feito o repasse e que em 48 horas deve cair na conta. Isso nos deixa muito felizes porque a paralisação é uma medida que nós adotamos em último caso, pois sabemos o quanto prejudica a população. Eu e meus familiares também usamos o transporte público e sabemos o quanto é ruim ficar horas esperando", afirmou o presidente do Sintetro, Antônio Cardoso.

Apesar de a prefeitura ter realizado o repasse, quem faz o pagamento dos colaboradores é o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (SETUT).  A equipe de reportagem do O DIA entrou em contato com o sindicato a fim de saber se os recursos já foram recebidos, mas até o fechamento desta reportagem, não obteve retorno. 


Entenda

Motoristas e cobradores do transporte público de Teresina se reuniram em assembleia na manhã desta sexta-feira (25), a fim de analisar a possibilidade de uma paralisação nas atividades. Isso se deve ao fato de que os trabalhadores poderiam não receber o pagamento do 13º e do salário de dezembro, em virtude do não repasse de recursos pela prefeitura ao Setut.  

Além do 13º salário, os motoristas e cobradores de ônibus também discutiram na assembleia a convenção coletiva da categoria para 2023. O objetivo é já começar o ano com uma resolução sobre o que será concedido de reajuste e os benefícios que os trabalhadores deverão receber. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no