Homem grava vídeo soltando foguete em recinto de onça no Zoobotânico de Teresina

O caso ocorreu nesta quarta-feira (23) e foi denunciado pelo ambientalista e jornalista Dionísio Carvalho.

24/11/2022 12:26h

Compartilhar no

Um homem identificado como W.P. gravou um vídeo onde aparece soltando um foguete ao lado do recinto da onça pintada, Tupã, no Zoobotânico de Teresina. O caso ocorreu nesta quarta-feira (23) e foi denunciado pelo ambientalista e jornalista Dionísio Carvalho.


Leia também: Lei proíbe soltar fogos de artifício com efeitos sonoros no Piauí 


O vídeo foi publicado nas redes sociais do suspeito, que devido à repercussão, fechou o perfil. W.P. aparenta não ser da capital, pois na descrição de sua conta há “no momento em Teresina”.

Segurando um foguete e um caderno, o suspeito posiciona a câmera  e grava em frente ao recinto. No vídeo, o homem fala como se estivesse dando instruções aos seguidores. Depois, ele acende o foguete e joga próximo ao local onde está a onça pintada.

(Foto: Reprodução/redes sociais)

“Eu sou da pior capital do Nordeste, estou aqui no Zoobotânico. Ali está minha bicicleta e mais lá de trás está a onça pintada... E três, aqui você vai aprender de tudo um pouco, entendeu, nessa.. entendeu”, diz W.P.

Dionísio Carvalho denunciou a ação em sua rede social na tentativa de localizar o paradeiro de W.P. e o caso está sendo acompanhado pelo Batalhão da Polícia Ambiental (BPM). “A gente vai denunciar quem soltar foguete na cidade e a polícia está autuando, podendo a pessoa levar multa”, enfatizou o ambientalista. 

O jornalista destacou ainda que uma campanha está sendo feita para barrar a venda de fogos de estampidos e de artifícios, uma vez que esses artefatos afetam diretamente grupos sensíveis, como animais, crianças, autistas e idosos. “Nós da Associação Prismas atendemos diversos autistas e estamos distribuindo abafadores porque sabemos que tem gente que ainda solta foguete”, completou.


Leia também: Expoapi: cavalos se assustam com fogos, fogem e são atropelados na BR-343 


MPPI recomenda proibição de queima e soltura de fogos de artifício e estampido

O Ministério Público do Piauí e o Procon estão fazendo uma ação visando prevenir a poluição sonora decorrente da queima de fogos de artifício barulhentos na cidade de Teresina, inclusive durante os jogos da Copa do Mundo e nas festas de final de ano.

Em cumprimento da Lei Estadual nº. 7.643/2021, os órgãos visam coibir o manuseio, a utilização, a queima e a soltura de fogos de estampido e de artifício, assim como de quaisquer artefatos pirotécnicos de efeito sonoro ruidoso em todo o território do estado do Piauí, em recintos fechados e abertos, áreas públicas e locais privados. O art. 2º da mesma lei dispõe que a proibição é para pessoas físicas e jurídicas, havendo, inclusive, previsão de multa pelo descumprimento da determinação legal.

O Procon atuará na fiscalização da venda e armazenamento de fogos de artifício e estampido, visando à proteção e defesa dos consumidores, adotando as medidas devidas, inclusive com aplicação de multa e/ou outras penalidades administrativas mais graves.


Leia também: Fogos de artifício podem prejudicar a saúde do animal, alerta veterinária 


O descumprimento acarretará ao infrator a imposição de multa no valor de R$ 1,5 mil para pessoa física e R$ 2 mil para pessoa jurídica, valor que será dobrado na hipótese de reincidência, entendendo-se como reincidência o cometimento da mesma infração num período inferior a 60 dias.

O montante arrecadado com a aplicação da multa será revertido em favor de programas voltadas à proteção de animais, salvo quando, a critério do poder executivo estadual, comprovar-se a necessidade do valor para outra finalidade.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário