Prefeitura de Teresina cancela ponto facultativo no Carnaval

O Palácio da Cidade justificou que a decisão leva em consideração os ‘altos índices de casos confirmados de Covid-19

09/02/2022 17:24h

Compartilhar no

Os órgãos da administração municipal de Teresina funcionarão normalmente durante o período de Carnaval, anunciou a Prefeitura da capital A medida foi adotada pelo prefeito Dr. Pessoa (MDB), que assinou decreto que cancela o ponto facultativo na tarde desta quarta-feira (09). O documento especifica que os dias 28 de fevereiro e 1° e 2 de março, quando estão previstos feriados, os servidores deverão trabalhar em expediente normal. 

O Palácio da Cidade justificou que a decisão leva em consideração os ‘altos índices de casos confirmados de covid-19 em Teresina e a elevada ocupação dos leitos de UTI na capital e no estado. Com a medida, o poder executivo municipal busca evitar a promoção de grandes aglomerações de pessoas como culturalmente acontece nas festas carnavalescas’.

Foto: Divulgação/PMT

Os comerciários, por sua vez, se mobilizam para que o prefeito mantenha o comércio fechado durante o período carnavalesco. Uma convenção coletiva firmada com os empregadores estabeleceu que os trabalhadores atuariam nos feriados do mês de dezembro do ano passado e folgariam no carnaval deste ano. Contudo, os empresários se movimentam para Dr. Pessoa liberar o funcionamento do comércio. 

Alta de casos 

O Comitê de Operações Emergenciais de Teresina já havia informado esta semana que a capital mantém uma alta de transmissibilidade de Covid-19. Os dados da 5ª Semana Epidemiológica analisados pelos pesquisadores apontaram ainda uma alta estabilização em internações, o que apresenta uma tendência de saturar a rede hospitalar da capital. 

Carnaval cancelado

A Prefeitura de Teresina anunciou o cancelamento do Carnaval em Teresina em dezembro do ano passado devido o avanço de casos de síndromes respiratórias e aumento da demanda por leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O governador Wellington Dias também assinou decreto que cancelou os eventos alusivos à festa popular.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário