Sintetro denuncia falta de pagamento referente ao 2º turno das eleições

A preocupação do sindicato também é com o 13º salário

14/11/2022 17:44h - Atualizado em 14/11/2022 18:01h

Compartilhar no

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários no Estado do Piauí (Sintetro) denunciou nesta segunda-feira (14/11) que grande parte de motoristas e cobradores que trabalharam no dia 30 de outubro, data do 2º turno das eleições deste ano, ainda não receberam o pagamento das empresas. 

Em vídeo publicado nas redes sociais, o presidente do Sintetro, Antônio Cardoso, explicou que buscou o Setut para esclarecimento e recebeu a informação de que a Prefeitura de Teresina ainda não realizou o repasse prometido para manter a frota máxima no dia da eleição. 

“No último dia 30 de outubro os trabalhadores foram notificados pelo Setut, pelo Sintetro e pelo TRE-PI que teriam que rodar. A maioria dos trabalhadores trabalhou na sua folga e até agora algumas empresas não pagaram. Procuramos saber os motivos e recebemos a notícia do presidente do Setut que a Prefeitura ainda não tinha feito o repasse do dia 30. É uma tristeza porque os trabalhadores ainda não receberam.”, disse. 


LEIA TAMBÉM: Dr. Pessoa diz que está "acompanhando de longe” sistema de transporte, um ano após CPI 

Com dívida de R$ 125 milhões, Setut alerta para colapso no transporte coletivo 


Antônio Cardoso disse ainda que os empresários alegam que o repasse do Governo Federal para subsidiar a gratuidade do transporte coletivo da capital também não foi repassado para as concessionárias, o que o Sintetro diz não ter relação com esse impasse. A preocupação do sindicato agora é com o 13º salário. 

“Está se aproximando o dia 30, que é o dia do 13º salário e o adiantamento. E a gente também já estava tentando negociar a convenção (coletiva de trabalho) de 2023, inclusive tivemos algumas reuniões com a Strans, com o secretário de Governo e com o Setut, mas vimos que não ser possível”, explicou. 

O OUTRO LADO 

A assessoria da Strans não foi encontrada para se pronunciar sobre as denúncias. O espaço segue aberto para qualquer manifestação posterior. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no