Acusado de assassinar cabo Samuel Borges vai à julgamento em agosto

Esse é a quarta vez que o julgamento é marcado. Nas outras três, houve manobras da defesa do acusado para adiar a data

20/07/2022 17:27h - Atualizado em 20/07/2022 18:09h

Compartilhar no

O julgamento do homem acusado de assassinar a tiros o cabo da Polícia Militar do Piauí Samuel de Sousa Borges , na frente do filho, na zona Leste de Teresina, em 2019, já tem nova data para ocorrer. O ex-policial militar do Maranhão Francisco Ribeiro dos Santos Filho sentará no banco dos réus no dia 23 de agosto em sessão do Tribunal Popular do Júri. Ele foi indiciado pelo crime de homicídio por motivo fútil. 

Cabo Samuel (Foto: Reprodução / redes socais)

Esse é a quarta vez que o julgamento é marcado. Nas outras três, houve manobras da defesa do acusado para adiar a data, como troca de testemunha, e em uma delas motivo de saúde que foi alegado pelo juiz Antônio Reis de Jesus Nollêto, da 1ª Vara do Tribunal Popular do Júri de Teresina.


Leia tambémCaso Vanessa Carvalho: justiça marca para agosto o julgamento de Pablo Campos 


Relembre do caso

Samuel de Sousa Borges foi assassinado com três disparos de arma de fogo na cabeça no dia 1 de fevereiro de 2019 na rua Cândido Ferraz, próximo a uma escola na zona Leste de Teresina. Ele era policial militar lotado no Batalhão de Rondas Ostensivas de Natureza Especial (BPRone), em Teresina. 

Segundo a denúncia oferecida pelo Ministério Público, Samuel de Sousa Borges foi buscar o filho na escola e acabou se envolvendo em uma discussão no trânsito. O acusado, Francisco Ribeiro dos Santos Filho, à época policial militar do estado do Maranhão, sacou uma pistola e disparou contra Samuel.

Ao longo da investigação, a polícia descobriu que Francisco Ribeiro tinha envolvimento com um duplo homicídio realizado em 2018, no bairro Pedra Mole, zona Leste de Teresina. Em 2021, Francisco Ribeiro foi expulso da Polícia Militar do Maranhão  e logo depois transferido para o sistema prisional do Piauí. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário