Acusado de homicídios no Parque Universitário é preso em Teresina

Polícia não informou o nome do suspeito. Crimes praticados por ele tinham relação com o tráfico de drogas e facções criminosas.

07/10/2022 07:49h

Compartilhar no

A Polícia Civil, por meio da Gerência de Policiamento Especializado (GPE) deu cumprimento a um mandado de prisão nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (07) contra um indivíduo de 25 anos acusado de ser o autor de vários homicídios ocorridos no bairro Parque Universitário, na zona Leste de Teresina.

Não foram informados nomes, mas segundo o delegado Matheus Zanatta, gerente de Polícia Especializada, o suspeito agiria a mando de facções criminosas que disputam o controle do tráfico de entorpecentes naquela região. “Ele já tem diversas passagens pela polícia e neste momento está sendo encaminhado para a Central de Flagrantes onde será autuado”, explicou o delegado.


Matheus Zanatta é gerente de Polícia Especializada do Piauí - Foto: Reprodução

Zanatta chama a atenção para a onda de violência que vem assolando a região do Parque Universitário em Teresina, onde foram registrados pelo menos cinco homicídios nos últimos meses. A maior deles, lembra o delegado, ocorreram no mesmo modus operandi: os suspeitos abordaram as vítimas portando arma de fogo e efetuavam os disparos a queima-roupa para fugirem em seguida sem levar nada de valor. As características apontam para execução.

Foi o caso de um jovem identificado como Lucas Vinícius Ferreira da Costa, 24 anos, que foi assassinado a tiros no dia 22 de julho deste ano após ser espancado. Um outro rapaz, desta vez um adolescente de 16 anos de nome Ariel Levi Rodrigues Santos, foi assassinado em frente ao seu estabelecimento comercial também no Parque Universitário cerca de um mês depois, no dia 24 de agosto.


Mandado de prisão preventiva foi cumprida nas primeiras horas da manhã de hoje - Foto: Divulgação/Polícia Civil

Agosto foi um mês violento na região do Parque Universitário. Só naquele mês, a polícia localizou o corpo de um rapaz não identificado em uma casa de taipa no bairro e registrou ao menos cinco homicídios.

Meses antes, em maio passado, um jovem identificado como Gleison da Conceição de Carvalho Silva, 23 anos, também foi morto a tiros no Parque Universitário enquanto estava sentado na porta de sua residência. Dois homens em uma moto chegaram atirando.

A polícia espera que com a prisão de hoje, os índices da criminalidade no Parque Universitário possam diminuir. “O indivíduo que localizamos hoje foi preso preventivamente e tem relação com vários homicídios ali na região da Vila Fraternidade, do Parque Universitário. Com sua prisão, a expectativa é que cheguemos em outros envolvidos nestes crimes violentos e levemos um pouco de paz para quem vive no local”, finaliza o delegado Matheus Zanatta.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário