“O Piauí não ficará órfão de candidato de direita para o Senado”, diz Nel Lopes

Como proposta, apresentou o pedido de impechment de ministro do Supremo Tribunal Federal.

21/07/2022 16:42h

Compartilhar no

O pré-candidato ao Senado do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Nel Lopes, se posiciona como o representante da direita no Piauí e aposta no movimento bolsonarista para impulsionar sua pré-candidatura. Ele foi o convidado desta quinta-feira (21/07) da série de entrevistas realizadas pelo programa O Dia News, da O Dia Tv, como os pré-candidatos a vaga de senador.

Nel Lopes afirmou que o Piauí terá um legítimo representante da direita que enaltece o legado do presidente Bolsonaro. Ele defendeu as pautas no campo econômico, como do estado mínimo, bem como os costumes com Deus, família e pátria. 


Leia tambémWellington Dias defende legado e critica acirramento da pré-campanha 

Gervásio Santos, do PSTU, se posiciona como alternativa para o Senado 

Desenvolvimento do Piauí passa pelo agronegócio, defende Don Lotti

Joel Rodrigues aposta em discurso de mudança com experiência

Fábio Sérvio defende Podemos independente para o governo 


“Não vou deixar o Piauí órfão de um candidato de direita, conservador, cristão e que tem orgulho em dizer que é bolsonarista. No dia da eleição os eleitores de direita terão obrigação de votar em candidato de direita que defende as pautas de um Brasil enxuto, pequeno, sem corrupção e que atenda bem as áreas mais necessárias”, disse.

Foto: Jailson Soares / O Dia

O pré-candidato do PTB comparou sua pretensão política com a história bíblica de Davi contra golias para exemplificar o desafio de enfrentar o ex-governador Wellington Dias e Joel Rodrigues, principal nome de oposição na disputa. Nel Lopes, por outro lado, destacou que vem recendo apoio de movimentos bolsonaristas no interior do Piauí e comemorou o resultado das pesquisas em que pontua. 

Como proposta, apresentou o pedido de impechment de ministro do Supremo Tribunal Federal. “Um dos primeiros atos meus, se o povo do Piauí me conceder esse privilégio, será fortalecer o pedido de impeachment do Alexandre de Moraes, (Edson) Fachin e (Luís Roberto) Barroso. Não podemos mais aceitar esse ativismo político que está acontecendo no nosso país”, disse.

O PTB no Piauí terá ainda candidatura para deputado estadual e federal. Para o governo, a sigla encaminhará apoio para o candidato do União Brasil, Sílvio Mendes. A convenção do partido acontece no dia 28 de julho. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário